Home

Bem-vindos(as) ao site do projetoΣsigma!

            Este site visa divulgar a Estatística e assuntos relacionados, como o método científico e as matemáticas. A Estatística hoje está em toda parte – por exemplo, dos 49 cursos de graduação oferecidos na UFJF, 34 têm disciplinas de Estatística no currículo, e o Depto. de Estatística tem atendido a uma média de 4.000 alunos por ano.

            Por que estudar Estatística? Há dois argumentos para isto, e referente à divisão muito discutida nas universidades americanas, entre a educação profissional e a educação liberal . Em resumo, a primeira preparação do aluno para trabalhar – ensina-lhe alguma coisa prática, para que ele possa ter um emprego depois de formado. A segunda o preparação para pensar – ensina-lhe métodos de raciocínio, para que ele possa entender como funciona o mundo ao seu redor e a sociedade em que vive.

            No Brasil, esta divisão em geral não é discutida, e os cursos incluem a Estatística porque a maioria das profissões exigem de alguma forma a análise de dados. Para estes estudantes, o site oferece (nas abas Introdução, Descritiva, Probabilidades e Inferência) uma introdução à Estatística básica, como geralmente ensinada nos cursos de graduação. Além disto, oferece também material sobre algumas técnicas e sub-áreas um pouco mais avançadas, como modelos de regressão (na aba Tópicos Especiais) e de séries temporais (na aba Séries Temporais).

           Iremos enfatizar principalmente o lado conceitual das técnicas estatísticas. A maioria dos livros preferem enfatizar o lado operacional – isto é, ensinam como fazer as contas e chegar ao resultado (que é afinal o que os currículos exigem, e é cobrado nas provas e outras avaliações). Achamos porém que, para a maioria dos estudantes, o mais importante não é saber as fórmulas, mas sim as conceitos ou idéias que estão por trás delas. É dos conceitos que os estudantes talvez ainda se lembrem mais tarde, depois que deixarem as universidade, e esquecerem os detalhes operacionais. Por exemplo, quem estudou matemática na escola talvez ainda se lembre do que é uma equação, o que são suas raízes, quantas existem, etc., mas provavelmente já esqueceu o que é a fórmula de Bhaskara (o que não é um problema hoje em dia, já que os cálculos são feitos por computadores). Além disso, entender os conceitos é importante porque a maioria dos profissionais e pesquisadores que irão usar Estatística (vindos das engenharias ou das diversas áreas de saúde, economistas, etc.) terão que ser capazes de interpretar o resultado produzido por algum programa de computador, mas não de reproduzir passo a passo tudo o que o programa fez para chegar ao tal resultado. Por exemplo, terão que entender o que é um valor-p, como deve ser interpretado, quais suas limitações e que alternativas existem, mas não terão que saber exatamente como ele foi calculado.

          É claro que alguém, em algum lugar, terá que saber como foram feitos os cálculos, quais os modelos usados, os pressupostos exigidos, etc. – estes serão os estudantes graduados em Estatística, que além de conhecerem os conceitos, terão também que saber como usar e adaptar as ferramentas para cada problema. O site não é destinado, em princípio, a estes estudantes – no entanto, talvez também possam dele tirar algum proveito, pois é sempre bom recordar de vez em quando os conceitos básicos, e talvez descobrir novas maneiras de entendê-los (ou de ensiná-los, quando se tornarem professores).

            Acreditamos, porém, que o papel da Estatística como parte da educação liberal não pode ser ignorado. Existem sempre aquelas pessoas que não estão envolvidas em pesquisa, mas querem entender como funciona a Ciência e o pensamento científico. Nas escolas, às vezes aprendemos um pouco sobre como a Física avançou em suas descobertas desde a Renascença, com suas fórmulas matemáticas exatas (a Física sempre foi considerada a rainha das ciências “exatas”), e suas conclusões aparentemente definitivas; geralmente, porém, não aprendemos muito sobre o funcionamento das outras ciências, nas quais todas as fórmulas são apenas aproximadas, todas as conclusões podem ter erro, e não existem certezas, mas apenas probabilidades. Estas ciências ‘não-exatas” são um modelo para o que ocorre na nossa vida pessoal ou na sociedade em geral: todas as conclusões a que chegamos, e todas as decisões que tomamos, podem chegar a ser muito prováveis, mas nunca serão certas. Por isso a Estatística, para a maioria de nós, é mais do que um conjunto de ferramentas – é um método de raciocínio, que ensina como avaliar evidências e tirar conclusões a partir de dados inexatos, num mundo cercado de dúvidas e incertezas.

            Além destes textos sobre Estatística básica, o site tem ainda uma seção (aba R), sobre a linguagem R, que tem se tornado o padrão no ensino e na pesquisa em Estatística, e uma seção (aba Blog) onde publicaremos notícias, curiosidades, notas biográficas, jogos, ou qualquer coisa interessante relacionada à estatística, probabilidades, método científico e matemática.

            Esperamos que o site lhe seja útil. Volte sempre, e deixe sua mensagem!


Quem somos:

Fundador
Henrique S. Hippert (Depto. de Estatística, UFJF) 
Colaboradores
Guilherme Guilhermino Neto (IFES) 
Ricardo R. Bastos (professor de Medicina)
Ronaldo R. Bastos (Depto. de Estatística, UFJF)
Web Design
Ivanylson Honório Gonçalves (Sistemas de Informação, UFJF)

Entre em contato:

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.